O congestionamento é hoje um componente dramático na vida do brasiliense. Em qualquer percurso, dentro do próprio Plano Piloto ou para as Cidades Satélites, o deslocamento, nos horários de ida e vinda ao trabalho ou à escola, apresenta trânsito engarrafado. Não são somente as vias que estão entupidas de veículos, os estacionamentos também se esgotaram há muito. Não há lugar para deixar o carro.

Brasil – Grande Cidade Problema de Transito

Os congestionamentos ocorrem em todas as grandes cidades brasileiras. A opção pela não oferta de transporte de massa transforma o deslocamento em problema. A solução tem sido a construção de viadutos, o alargamento das vias e, quando nada mais funciona, faz-se a restrição ao acesso de veículos, como ocorre com o revezamento em São Paulo.

Brasília Integrada

A esperança da Secretaria de Transportes está fundada no projeto Brasília Integrada. Esse projeto está baseado em duas vertentes: a oferta de transportes coletivos, novos trens para o metrô e Veiculo Leve sobre Pneus – VLP, para as populações menos afortunadas e que dependem do transporte público para se locomoverem. Para a classe média o projeto prevê a melhoria do sistema viário com o alargamento das vias, segregação dos ônibus em pistas exclusivas, construção de viadutos. O licenciamento de milhares de veículos novos a cada ano impõe um jogo com final previsível, em pouco tempo essas medidas paliativas estarão saturadas.

Acabar com o Congestionamento sem Gastar um Centavo

A solução imediata está na instituição do transporte corporativo. Cada empresa ou organização com mais de cem servidores deveriam usar o dinheiro do Vale Transporte para contratar serviço de transporte coletivo, porta a porta, com garantia de assento para cada passageiro. Isto desestimularia as pessoas a usarem o transporte individual, reduziria o número de veículos nas vias e desafogaria os estacionamentos públicos. O transporte individual seria usado para lazer ou atendimento de necessidades privadas.

Os Governos como Exemplo

Os governos, local e nacional, legislativo, executivo e judiciário contam com mais de 300 mil servidores. Os órgãos governamentais poderiam dar o exemplo, mas já há empresas que assim o fazem. Antigamente era assim que os servidores públicos iam ao trabalho, até que alguém em 1990 achou que era luxo. Hoje seria uma solução. Um ônibus transportando quarenta pessoas retiraria outros trinta e nove veículos das vias.
Poderia ser Melhor

Aprendemos a admirar o transporte escolar praticado nos estados Unidos Americanos. Os amarelinhos buscam as crianças em casa e as deixam na porta das escolas. Esta é uma medida complementar para melhorar sensivelmente a questão do trânsito nas cidades do Distrito Federal.